jo-soares

Jô Soares conversa com Alexandra Baldeh Loras

Alexandra Baldeh Loras foi entrevistada por Jô Soares na última segunda-feira, dia 02 de Novembro.

Alexandra Loras trouxe à tona um tema urgente e tão latente em nosso país: o racismo.

Vestida de branco, Alexandra levantou a questão das babás se vestirem de branco como se fosse um “dresscode” ou um uniforme para babás no Brasil, o que acaba por segregar e diferenciar a babá dos demais membros da família.

Em seguida, faz um paralelo citando o mundo como se tivesse sido formatado apenas com referências negras, os cientistas, inventores, filósofos, intelectuais e outros, onde até mesmo Deus fosse negro. Na TV, as personagens fossem negras, as princesas fossem negras e as únicas referências aos brancos, fossem bem superficiais e referentes à escravatura, apenas.

Com essa dinâmica, Alexandra mostra o outro lado da história e como, em nossa mente, somos formatados a aceitar que o bom é feito por brancos e o ruim, por negros, sempre atrelados a personagens sem escrúpulos, bandidagem, amantes, etc.

Mostrou ao público que, apesar de serem humilhantes, as cotas são a única forma de reequilibrar as oportunidades. Não se trata de uma questão fixa, mas uma questão passageira, uma transição.

Alexandra Loras mostra, ainda, que o que é mais importante hoje, é resgatar a identidade dos negros com referências positivas e importantes para a história do mundo, de forma que eles possam voltar a acreditar em si, em seus potenciais e buscarem meios e oportunidades de encontrarem seus talentos, de fazerem a diferença, ao invés de ingressarem na criminalidade.

Esse reforço vem, por exemplo, através do livro Gênios da Humanidade, escrito por Alexandra Loras em parceria o historiador Carlos Machado, que será lançado em fevereiro, falando de grandes figuras negras da História, como inventores, cientistas, escritores, intelectuais, filósofos e outros.

Para ver a entrevista completa de Alexandra Baldeh Loras concedida ao Jô Soares, clique neste link: http://bit.ly/1WHCSku

Redação: Thatiana Nunes

Thatiana Nunes | Redatora do Blog AlexandraLoras.com

Você também vai gostar:

Um comentário sobre “Jô Soares conversa com Alexandra Baldeh Loras

  1. Olá Alexandra, tudo bem!

    Meu nome é Helena Rosa, sou (Preta, Pobre e Periférica). Contudo, tenho formação acadêmica pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Campus São Paulo – (IFSP-SP) na área do Turismo como “Turismóloga”, não exerço a profissão por opção, pois decidi voltar a academia para fazer o curso de Pedagoga. Atualmente, estou estudando na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp-Guarulhos). Percebi que como Turismóloga, não poderia fazer muita coisa pelo meu povo afro-brasileiro, e como professora a história muda.

    Esta entrevista que você deu no programa do Jô Soares, foi de grande relevância, e melhor ainda foi a ênfase que foi dado na questão dos negros no Brasil, você está de parabéns, e tem todo o meu respeito.

    Bjos

    Helena Rosa de Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *